sexta-feira, 8 de junho de 2018

AMEAÇAS SOFRIDAS POR ADOLESCENTE EM ANAPURUS É DENUNCIADA NA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO MA

Para o presidente da comissão de direitos humanos, providências devem ser adotadas a fim de proteger a adolescente e sua família.

Elida Cristina ao lado da filha menor de idade, as duas têm vivido momentos difíceis desde o 1º primeiro de maio de 2018. 

Após grande repercussão da matéria veiculada em primeira mão pelo blog Alexandre Cunha, em 16 de maio de 2018, (REVEJA AQUI E AQUI) uma menor acusada de ter roubado três aparelhos celulares pela filha e marido da prefeita de Anapurus, professora Vanderly, durante festa na casa da gestora no dia 1º de maio, o caso agora chegou ao conhecimento da comissão de direitos humanos da assembleia legislativa do Maranhão, que deverá investigar mais afundo.

O Deputado estadual Wellington do Curso que preside a Comissão de Direitos Humanos da assembleia legislativa do MA, usou a tribuna para falar sobre o caso. Veja baixo:  

Na manhã desta Quarta (06), o deputado estadual Wellington do Curso (PSDB), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia, utilizou a tribuna para denunciar diversas ameaças e agressões sofridas por uma menor de apenas 13 anos, que foi supostamente  acusada de prática de ato infracional análogo ao crime de furto pela prefeita de Anapurus, Wanderly, seu marido Ivanildo e pela sua filha Carol Monteles.

As denúncias foram encaminhadas ao deputado Wellington por meio de moradores de Anapurus e confirmadas pela senhora Elida Cristina Alves Corrêa, mãe da adolescente, que relatou que a menor foi acusada pelo furto de três aparelhos celulares que sumiram da residência da atual prefeita da cidade somente por se encontrar brincando com outras crianças no momento do sumiço dos objetos.

“A gente pode até não ter muito dinheiro, mas é honesto. Acusaram a minha filha foi acusada de pegar o celular. Depois disso, foi trancada em um quarto, sofreu agressões e tem sofrido constantes ameaças o que tem lhe causado danos psicológicos, inclusive medo de sair de casa e frequentar a escola. A gente não sabe mais o que fazer. Isso é maldade. É crueldade”, desabafou a mãe. 
Para o deputado Wellington, providências devem ser adotadas a fim de proteger a adolescente e sua família.

“Recebemos essas denúncias e solicitamos que a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia, em que eu sou presidente, a promotoria da infância e a Comissão de Direitos Humanos da OAB possam agir. Uma menina de apenas 13 anos e sua família estão sofrendo ameaças. Não podemos confirmar a veracidade dos fatos, mas a questão deve sim ser imvestigada e, assim, adotadas as devidas providências. Já encaminhei a solicitação e deixo aqui o meio apoio aos familiares da menina. Aproveito também para agradecer a confiança de cada maranhense que vive em Anapurus e me encaminhou essa denúncia”, disse o deputado Wellington. 
Em entrevista ao Blog do Alexandre Cunha, a garota e a mãe contaram detalhes sobre o dia, as ameaças e as agressões que a menor sofreu pela advogada e filha da prefeita, Carol Monteles, e o primeiro-damo Ivanildo.
Abaixo o vídeo da mãe e filha.