Comerciais do blog

Comerciais do blog

RUMO CERTO

quarta-feira, 23 de maio de 2018

ALCÂNTARA: Assassino de turista espanhola é condenado a mais de 22 anos de prisão


ALCÂNTARA 
O Tribunal do Júri da Comarca de Alcântara condenou, nesta terça-feira, 22, José Vicente Mathias, mais conhecido como Corumbá, a 22 anos, quatro meses e 15 dias de prisão pela morte da espanhola Núria Fernandez Collada, que tinha 27 anos na época do crime.

O assassinato foi cometido, no dia 18 de março de 2005, numa praia do referido município. O julgamento foi realizado na sede do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA).

Representou o Ministério Público do Maranhão a promotora de justiça Alessandra Darub Alves e atuaram na defesa do acusado o defensor público Marcos César Forte e o advogado Luís César. A sentença foi proferida pelo juiz Rodrigo Otávio Terças Santos.
Natural de Firminópolis, em Goiás, Corumbá assassinou a turista espanhola a pauladas durante um passeio à praia de Itatinga. De acordo com os autos, antes de assassiná-la, ele realizou um ritual que consistia em dançar em volta de uma fogueira. Após o crime, o artesão teria bebido o sangue da vítima. Os dois se conheceram numa pousada em São Luís.

O condenado é acusado de ter assassinado cinco mulheres entre os anos de 1999 a 2005, sendo duas no Maranhão. Por aqui, além da espanhola Núria Collada, ele matou a turista alemã Maryanne Kern, 49, no povoado de Atins, nos Lençóis Maranhenses.

Corumbá já estava preso na unidade prisional de Goiânia, em Goiás, pelo assassinato da russa, que também tinha nacionalidade israelense, Katryn Rakitov, crime cometido em agosto de 2004.

Nenhum comentário:

Postar um comentário