quarta-feira, 14 de março de 2018

Deputado Levi Pontes destaca avanços na Educação do Maranhão em 3 anos de Governo


O deputado estadual Levi Pontes (PC do B) destacou algumas das centenas de ações do Governo do Estado, através da Secretaria de Educação no Maranhão em apenas 3 anos; o avanço é considerado. Entre elas, concurso público para 1.500 professores, concessão de gratificação das gratuidades nunca antes implantadas, recomposição salarial de mais de 22% em três anos.

Na tribuna da Assembleia o parlamentar ainda pontuou outras ações da Educação. "Este projeto, ora em curso nesses três anos, nos orgulha porque recupera a dignidade de todos aqueles que entendem que a educação é fundamental para o Estado e para a Nação. Em três anos de gestão, o governo do Maranhão demonstra total comprometimento com a valorização da educação maranhense, contabilizando conquistas importantes e históricas para a categoria e também no que reflete a melhoria da educação de todo o Estado, o que demonstra o diálogo permanente que é a marca registrada deste governo", disse Levi Pontes.

Levi Pontes ressaltou que neste ano de 2018, ainda terá inéditas vagas para a educação indígena, educação do campo e para a educação dos quilombolas. “Este Governo liberou concessões das gratificações, nunca antes implantadas neste estado, como as gratificações de dedicação exclusiva para a educação integral e para a educação inclusiva para todos os docentes da rede estadual, além do reajuste de gratificação para gestores escolares. Inédito também para o estado e para a educação o concurso interno para a ampliação de jornada e a unificação das matrículas, que beneficiaram até agora mil e duzentos professores só em 2017. E serão feitas mil e duzentas agora em 2018”, pontuou.

Como retrospectiva dos avanços na educação do Maranhão, Levi Pontes ainda relembrou que o governador Flávio Dino vem reconhecendo a importância dos professores na educação deste estado “Tivemos 22% de recomposição salarial durante esses três anos em plena crise histórica que existe nesse país, chegando ao maior salário inicial para professores de 40 horas da educação básica entre todos os estados da federação. Isto é inconteste, é número”, concluiu.