MAIS OBRAS - PUBLICIDADE

MAIS OBRAS - PUBLICIDADE

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Prefeitura, estado e judiciário vão garantir calçamento de ruas com trabalho de detentos.

Blog Alexandre Cunha
SECOM/PMC
O secretário de Governo do município, Eduardo Sá, esteve ontem com o secretário de Comunicação Luiz Eduardo Braga e o assessor técnico Telmo José Mendes na Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) em reunião com o diretor de unidade, Carlos de Assis, o juiz Dr. Cristiano Simas e o promotor Douglas Nojosa.
O assunto da reunião foi uma parceria entre as diferentes partes para que os internos possam trabalhar fabricando bloquetes para serem usados na pavimentação de ruas de Chapadinha. “Cerca de 30 km de ruas serão asfaltados, mas não podemos fazer convênio para asfaltar ruas muito estreitas então levei a ideia ao prefeito Magno Bacelar, que aprovou imediatamente e orientou que buscássemos a concretização desta parceria”, disse Sá.

O deputado estadual Levi Pontes viabilizará as máquinas necessárias junto ao governo do estado, os detentos em regime semiaberto trabalharão reduzindo um dia de pena a cada três trabalhados, e o município vai garantir os materiais, a orientação técnica e a melhoria no urbanismo com o resultado do trabalho.

“É melhor ter os presos trabalhando do que parados pensando em besteira. Quem acha que o Estado deve maltratar eles aqui dentro esquece que um dia o indivíduo vai sair e voltar a morar na mesma rua que a gente. Por isso a importância de medidas de ressocialização. Muitos chegam aqui sem nem documentação. Vamos fazer um mutirão em outra parceria para eles saírem daqui um dia com seus documentos, com estudo, com experiência profissional. Porque se não a chance de reincidir em crime é muito maior”, disse o juiz Dr Cristiano Simas.

Segundo o professor Telmo José, as primeiras ruas a serem beneficiadas serão no bairro Santa Luzia. “Este tipo de pavimentação traz muitos benefícios. Ajuda a diminuir a temperatura média, auxilia no escoamento da água das chuvas, é mais fácil de ser reparado. Vamos começar no Santa Luzia, mas queremos expandir para vários locais da cidade”, garantiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário