MAIS OBRAS - PUBLICIDADE

MAIS OBRAS - PUBLICIDADE

sexta-feira, 17 de março de 2017

Professores do Maranhão receberam 22,05% de reajuste nos últimos dois anos

Com o aumento de 8%, concedido pelo Governo do Maranhão para todos os educadores do Subgrupo do Magistério da Educação Básica, o governador Flávio Dino garantiu, em 26 meses de gestão, o equivalente a 22,05% de reajuste.

O percentual é superior à inflação do período, que foi de 16,96%, valor superior, também, ao reajuste concedido por outros estados brasileiros. A partir de maio, com o reajuste integral, que está sendo pago em duas parcelas, o Maranhão terá o maior salário para professores de 40 horas em início de carreira do Brasil: R$ 5.384,26.

“A gestão pública estadual no Maranhão com o governador Flávio Dino passa por uma revolução e na educação não é diferente. As coisas devem ser ditas como elas são. No atual governo há verdade, honestidade e trabalho. Muito trabalho. Os avanços são nítidos”, disse o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, ao avaliar as ações da pasta.

Ainda de acordo com o secretário, nos últimos dois anos, o Governo do Maranhão concedeu mil progressões, promoções, titulações e estímulos e reajustou por duas vezes os salários dos professores contratados. “Nenhum professor da rede estadual recebe abaixo do valor do Piso Nacional, sequer no vencimento básico, tanto para 20 horas, quanto para 40 horas”, ressaltou Camarão.

Entre os avanços no sistema de educação do Estado, o Governo realizou eleições para escolher gestores escolares em 2015 e 2016, envolvendo mais 600 mil pessoas das comunidades escolares. “Além da gestão democrática, garantimos melhores condições nas escolas. Até junho chegaremos a mais da metade das escolas com intervenções na rede física”, destacou o gestor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário