quarta-feira, 8 de novembro de 2017

CRESU Se Manifesta Sobre Contrato com Prefeitura


Em direito de resposta a Blog da Capital, o Centro Regional de Ensino Superior Arno Kreutz (CRESU), contestou matéria que taxou o contrato como esdruxulo, lembrou a trajetória de credibilidade da instituição e esclareceu pontos de suas obrigações com a SEMED de Chapadinha. 
“Criado em 29 de fevereiro de 2000, o CRESU presta serviços de Consultoria e Assessoria de Gestão de Projetos e Políticas Públicas desde 2003 a diferentes instituições e a diferentes municípios e regiões do estado do Maranhão”, explicou a instituição.
Sobre a experiência sua experiência e capacidade técnica o CRESU ressaltou que “ao longo dos 14 anos de trabalhos prestados a empresa realizou concursos públicos de provas e títulos para provimento de cargos públicos; Processo Seletivo de Gestores Escolares; Formação Continuada para Profissionais da Educação Básica e Grupos de Pesquisas para elaboração de Documentos Regulatórios”.
“O CRESU conta com uma equipe qualificada e interdisciplinar com profissionais nas áreas de Administração, Contabilidade, Assistência Social e de Gestão e Organização Educacional. Não adotamos postura nepotistas, nem corruptivas movida a sensacionalismo, por isso nos habilitamos para execução de trabalhos junto às Instituições que veiculam suas demandas através de processos licitatórios públicos”.
“Ressaltamos, ainda, que não fazemos uso da prática de lobbies a políticos de qualquer sigla partidária, barganhando qualquer tipo de serviço. Concorremos aos processos instaurados publicamente. Nossa identidade profissional foi construída pautada em trabalhos prestados com responsabilidade social”.
Sobre o Valor do Contrato
“Quanto ao valor divulgado, cabe a Vossa Senhoria esclarecer que R$ 599. 750,00 (quinhentos e noventa e nove mil, setecentos e cinquenta reais) trata-se do valor global do objeto do contrato, a ser executado em 12 meses e o pagamento do valor global será efetuado em 12 parcelas”.
Irresponsabilidade na Divulgação
“Dessa forma, repudiamos qualquer tipo de informação que venha depreciar a imagem, o trabalho e a história de uma empresa que trabalha com seriedade para a melhoria da qualidade de vida das pessoas. Outrossim, o uso indevido e leviano do nome de uma Instituição de Ensino idônea é, também, de extrema irresponsabilidade de quem veicula informações mentirosas e maléficas para atingir objetivos pessoais ou de outrem, o que nos permite, diante da veiculação de informações especulativas e vexatórias, manifestar nossa indignação diante dos atos de constrangimento, injúria, calúnia, difamação, assédio moral causando prejuízos incalculáveis a nossa idoneidade moral, social e ao nosso patrimônio imaterial”.

O CRESU Pulicou no direito de resposta detalhamento do tipo dos tipos de serviços que irá realizar para a Prefeitura/SEMED Chapadinha, clique aqui para ver a integra das informações.  
Fonte: Blog do Alexandre Pinheiro