terça-feira, 24 de outubro de 2017

AGRITEC segue para sua 13º terceira edição e se consolida como a maior feira da agricultura familiar do Maranhão

Por onde a Feira de Agricultura Familiar  e Agrotecnologia do Maranhão passa é sempre uma grande festa e muito bem recebida pela população. São mais de 20 mil agricultores familiares capacitados. A Feira está seguindo para sua 13ª edição, a ser realizada, nesta próxima semana, no município de Itapecuru, no território Vale do Itapecuru onde contemplará 10 municípios do território.

A 13º terceira edição da Agritec será realizada no município de Itapecuru-Mirim, nos dias 26 a 28 de outubro. A Feira irá contemplar os municípios de Anajatuba, Cantanhede, Itapecuru-Mirim, Matões do Norte,  Miranda do Norte, Nina Rodrigues, Pirapemas, Presidente Vargas, Santa Rita, e Vargem Grande.

A feira é territorial e tem o objetivo de levar conhecimentos por meio de uma vasta programação com oficinas, minicursos, palestras, seminários, e diversas tecnologias para incrementar a produção da agricultura familiar.

Realizada desde 2015, a Agritec já passou nos municípios de São Bento, Caxias, Açailândia, Bacabal, Chapadinha, Codó, Grajaú, Viana, Zé Doca, Paraibano, Barra do Corda e Santa Luzia. Em doze edições foram capacitados 21.132 agricultores familiares, comercializados R$ 782,941 de produtos da agricultura familiar e firmados contratos com instituições financeiras na ordem de R$ 19 milhões de reais, além de atrair milhares de pessoas.
“Estamos cumprindo nossa missão. Estamos seguindo para a nossa 13º edição da Agritec. Uma política que veio para ficar que leva conhecimento ao agricultor e desenvolvimento do setor rural, facilitando o acesso às tecnologias de baixo custo gerando renda para o agricultor familiar do Estado”, pontuou Adelmo Soares, secretário de Estado da Agricultura Familiar- SAF. O secretário informou ainda que o sucesso da Agritec só é possível com as parcerias firmadas com instituições como o SEBRAE, EMBRAPA, Movimentos sociais e instituições financeiras.

BARRA DO CORDA: Por onde passa a Agritec deixa um legado positivo as famílias, principalmente, aos agricultores familiares. Um dos momentos mais emocionantes, da Agritec de Barra do Corda, foi a entrega de 25 títulos individuais de terra pelo Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (ITERMA), órgão vinculado à secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF). Ao todo foram regularizados pelo Instituto 750 hectares de terra no município.

José Arimatea Gomes de Sousa, 64 anos e Iracema Martins de Sousa, 54 anos, são casados há 40 anos e lutavam há mais de 20 anos pela realização do sonho de serem donos de sua terra. “Hoje eu posso plantar e viver com minha esposa e meus 4 filhos em segurança, sem medo de perder a única coisa que nós construímos ao longo de tantos anos, vivendo juntos”, disse seu José.

A Feira também proporcionou a 20 agricultores familiares do município de Arame adesão ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) com recurso garantido para comercialização na ordem de R$ 70 mil; 175 famílias de agricultores familiares receberam chaves das casas do Programa Nacional de Habitação Rural; o Governo do Estado entregou kits de irrigação para comunidades de Barra do Corda e Grajaú. Para incentivar a leitura no campo o município de Fernando Falcão recebeu 5 Arcas das Letras e agricultores assinaram Programa Nacional de Agricultura Familiar- PRONAF.

CHAPADINHA: No território Baixo Parnaíba a Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural- Agerp, órgão vinculado à SAF, reestruturou a frota de carros da Regional da Agerp de Chapadinha com a entrega de 11 veículos para fortalecer a assistência técnica aos agricultores da região do Baixo Parnaíba.

“Nós trabalhamos para levar assistência técnica de qualidade e continuada para agricultores familiares do Maranhão. Aqui em Chapadinha, além de deixarmos os veículos, a Agerp entregou 18 barracas com kit feira para fortalecer a comercialização dos produtos da agricultura familiar do território”, explicou o presidente da Agerp, Júlio César Mendonça.