Comerciais do blog

Comerciais do blog

RUMO CERTO

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Lascou de Vez! Prefeitos do Baixo Parnaíba Ignoram Ato de Edinho Lobão

A expectativa era que estivessem presentes mais de 150 gestores municipais. No entanto, foram contabilizados apenas 30, o que diminuiu a força política do evento.

                   Leia a matéria abaixo do  Blog Alexandre Pinheiro
A medir pela ausência da maioria dos prefeitos da região do Baixo Parnaíba o ato político em favor de Edinho Lobão, o candidato da família Sarney andou longe de atingir o objetivo inicial que era o de demonstrar força entre a classe política.
O velho Baixo Parnaíba cujos políticos sempre reafirmaram
fidelidade canina às ordens do Palácio dos Leões desta feita parecem ter assumido uma postura mais reticente. Dos 18 prefeitos da região o blog só confirmou a presença de Rafael Mesquita (Buriti) e Edvaldo Nascimento (Vargem Grande).
Ducilene Belezinha, Carmem Neto (Mata Roma), Tina Monteles (Anapurus), Iracema Vale (Urbano Santos), Omar Furtado (Brejo) e  Soliney Silva (Coelho Neto) foram as ausências mais comentadas.   
Além de Chapadinha, prefeitos de outros grandes redutos eleitorais como Imperatriz, Barra do Corda e Bacabal também não atenderam ao chamado da oligarquia.
A mídia local chegou a noticiar a comitiva chapadinhense comandada pelo secretário Aluísio e composta pelo vereador Levi Murici / PRB e pelo advogado Almir Moreira. Ao mesmo tempo em que destacava o inexpressivo grupo presente ao ato de apoio a Edinho, a imprensa governista deixava no ar a falta de acordo político entre Belezinha e Edinho Lobão: “representando a prefeita Belezinha (que não pode comparecer), Aluízio foi à capital acompanhado do vereador Murici (PRB) e do advogado Almir Moreira. Além de recepcionar o pré-candidato, Aluízio teve um encontro com Cleber Verde e Chiquinho Escórcio, que articularam o agendamento de uma reunião entre Lobão Filho e a prefeita de Chapadinha, para discutir apoio político e investimentos no município”, noticiou o blog do William Fernandes.
“Vamos sentar nos próximos dias para estreitarmos nossos laços políticos e traçar metas para Chapadinha”, afirmou o secretário Aluísio, deixando claro o distanciamento e nas entrelinhas a falta dos convênios como motivo.

Moral da História: sem convênios e recursos na mão, nada de Lobão. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário